segunda-feira, 3 de março de 2008

Motivo

a chuva me distrai
líquido desejo
de cair das nuvens
me convence a manter
os olhos na paisagem
e te perder na bagunça
improvisada da casa


(inédito, 28052007)
¯
- Softlightes - heart made of sound

4 comentários:

Diego disse...

a chuva te internaliza e de lava... nada bais belo que olhar uma chuva!

bj

Lidiane disse...

Nossa, nossa.
Há quantos milhões de tempos não "falo" com você!

O poema é seu?
Gostei muito.

Um beijo

fri (lembra?)

Jeanine Will disse...

É, a chuva, Diego, a chuva
..........................
..........................
..........................
..........................
..........................
..........................
..........................
..........................
......................chuá

Jeanine Will disse...

Lidi-fri,
como não lembro?
Que legal receber a tua visita!
Eu tô sempre pousando no teu girassol, mas não deixava rastro por medo de não ser reconhecida.

Sim, o poema é meu. Este é o meu Caminhão de poesias e desenhos.

Um beijo,
Jeanine.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...