terça-feira, 1 de janeiro de 2008

a mão está cheia
pedras suspensas
que pensa em atirar
pairam silenciosas e duras
acima da pura razão pura
entre o enevoar
arquivou a lista de
boas intenções no fundo
falso de uma gaveta
e afrouxou a gravata
dos instantes
sufoco de todo ser pulsante
o ano é uma bolha crescente
e parece que só a sidra
do dia 31 e sua rolha
pra estourar
até lá, que ar?
(inédito, 21122007)
¯ - The Who - baba o'riley

4 comentários:

Jacinta disse...

Olá,
cheguei aqui através do canto da poesia. Gostei de seus versos ditos em poucas palavras. Fica bonito, assim como se você deixasse para o leitor um gosto de quero mais.
Voltarei outras vezes.

Jacinta

Diego disse...

"arquivou a lista de
boas intenções no fundo
falso de uma gaveta"

quantas pessoas fazem isso no dia a dia... muito boa frase!

Jeanine Will disse...

Olá Jacinta,
Obrigada pela visita.
Volte sempre.
Um abraço,
Jeanine.

Jeanine Will disse...

Diego,
imagina quanta gaveta cheia!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...