terça-feira, 13 de novembro de 2007

(In)determinação
no meu calendário
roído pela traça
passa um dia
o outro não passa
melancólica sucessão
de dias sim
dias não
(inédito, 06042007)
¯ - Cream - white room

4 comentários:

Diego disse...

vida doida, imprevisível e rotativa!

=) gosto do modo como teu blog é escrito [me senti um tanto redundante, já que deve ser a 3º vez que falo isso, mas é verdade mesmo!]

Wellington Felix disse...

minha querida acordadora de almas escrevi um hai-kai que dedico a voces poetas, que entre pontos e palavras acordam diariamente a minha sensibilidade.


Sua boca cala tudo
e neste silencio profundo
escuto serenamente
sua alma que sussura
toda a verdade do mundo

Jeanine Will disse...

Diego,
redunde! O seu átomo irriquieto dá movimento a isso daqui. Aliás, isso ainda é um átomo, né? As aulas de física já ficaram pra trás faz tanto tempo!
Um abraço,
Jeanine.

Jeanine Will disse...

Wellington,
há quem diga que a verdade era uma só e um dia foi quebrada. E agora, todos andam com um pedacinho dela.
Bela poesia!
Um abraço,
Jeanine.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...